25 Feb

CUIDADOS QUE DEVEMOS TER COM O MOSQUITO DA DENGUE

CUIDADOS QUE DEVEMOS TER COM O MOSQUITO DA DENGUE

Em épocas em que as chuvas apertam, devemos redobrar os cuidados para evitar o foco do mosquito da dengue. Virar as garrafas de vidro com a boca para baixo, tirar os pratinhos dos vasos de flor e não deixar pneus em pé e com água acumulada são boas atitudes iniciais para que o mosquito não atormente sua casa.

A dengue é uma doença que se pega com a picada de uma fêmea contaminada do mosquito “Aedes aegypti”, que se alimenta do nosso sangue. O período de vida desse mosquito é de 45 dias, aproximadamente, e uma única fêmea pode contaminar centenas de pessoas em seu tempo de vida. E para quem se perguntou sobre o macho do mosquito, ele não pode nos contaminar pelo fato de se alimentar apenas com seiva de plantas.

A doença não é transmitida por contato direto entre pessoas ou uso comum de copos, talheres, vasilhas, etc., apenas pela picada do mosquito.

Como ainda não há vacinas disponíveis contra a dengue, devemos tomar muito cuidado com o mosquito. Tenha bastante atenção com os reservatórios de água, pois a fêmea pode depositar seus ovos na parede desses recipientes, esperando a água subir de nível para que eles possam se romper e dar vida a mais um novo mosquito transmissor da doença. A borra de café pode ser uma solução de prevenção ao mosquito, pois quando aplicamos nos locais onde as larvas se proliferam, ajuda na aniquilação do mosquito.

Os sintomas iniciais da doença vão de pessoa para pessoa, mas é comum que quem está contaminado tenha febre alta com início repentino, dores de cabeça, musculares e nos olhos, falta de apetite e mal-estar. Há também os casos de dengue hemorrágica, onde após a febre baixar, podem ocorrer sangramentos de nariz e nas gengivas, hemorragias internas e coagulação do sangue no interior dos vasos, o que pode causar enfartes mortais. Hepatite, dores agudas nas costas, manchas vermelhas na pele, dificuldades respiratórias e vômitos persistentes também são alguns outros sintomas.

Não há tratamentos específicos e medicamentos efetivos conta o vírus da dengue. No caso de ser constatado que a pessoa realmente está infectada, deve-se adotar os cuidados gerais, ou seja, tomar muito líquido, ficar em repouso, evitar bebidas e alimentos que possam irritar o estômago e, o mais importante, não usar nenhum tipo de medicamento sem orientação médica.

Espalhe essas dicas para seus amigos e sua família e cuide da saúde de quem você mais gosta!!!